fbpx

Blog

Ferramentas avançadas de gestão ajudam a alavancar crescimento empresarial

Existem diversas ferramentas no mercado que podem ajudar a organizar e a gerir os processos empresariais, fortalecendo as relações e as atividades no trabalho. Dessa forma, apostar em serviços e tecnologias pode ser um caminho importante no aumento da produtividade.

Ferramentas de gestão são técnicas que ajudam na tomada de decisões das organizações e na consequente melhora dos resultados obtidos. Para isso, elas são utilizadas em negócios diversos e de diferentes portes, sendo meios pelos quais os gestores podem ter maior controle sobre os processos da companhia.

É fundamental entender como fazer um fluxograma online, por exemplo, pois ele pode ser aplicado na organização de tarefas, processos, no setor de compras, entre outras funcionalidades que auxiliam na gestão empresarial como um todo. Além dessa ferramenta, outros dispositivos podem ser utilizados, como plataformas de gestão financeira, de conhecimento e de comunicação.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) destaca quatro ferramentas que auxiliam o gestor na sua incumbência de controlar todos os processos da empresa, acompanhar os colaboradores e conferir a qualidade dos produtos e serviços. Além disso, o órgão indica que essas técnicas podem ajudar na busca por inovações e criatividade. São elas: análise SWOT; matriz BCG; matriz de Ansoff, e Business Model Canvas.

Análise SWOT
Essa é uma das principais e mais conhecidas ferramentas de gestão empresarial. Análise SWOT (strengths, weaknesses, opportunities, threats), em inglês, ou FOFA (forças, oportunidades, fraquezas e ameaças), na tradução, tem como principal objetivo aprimorar e auxiliar o planejamento estratégico de um negócio.

Ela é dividida no estudo do ambiente interno e externo da organização. Nesse sentido, o ambiente interno é aquele que o empreendimento pode controlar, e o ambiente externo compreende as situações que a empresa não tem como interferir.

Dessa forma, o aspecto strengths (forças) identifica os pontos fortes da companhia e o que ela tem para oferecer ao mercado; já o ponto weaknesses (fraquezas) ajuda a identificar o que precisa ser aprimorado no negócio para que seja possível superar atuais resultados.

O aspecto opportunities (oportunidades) propõe a avaliação do cenário externo para encontrar novos objetivos para o futuro e possibilidades para a empresa; a questão relacionada às threats (ameaças) analisa os concorrentes e os fatores do ambiente externo que ameaçam o sucesso do negócio, para que possam ser evitados ou tratados.

Matriz BCG
A matriz BCG é tida como a ferramenta de gestão empresarial ideal para quando o empreendimento necessita administrar melhor seus negócios e produtos. Esse é um método indicado para organizações que trabalham com múltiplos produtos ou serviços e que precisam reavaliar a sua participação no mercado e ponderar como aplicar os seus recursos de maneira mais assertiva.

A partir de análises gráficas, essa técnica possibilita ao gestor selecionar estratégias com base nos produtos, serviços ou unidades da empresa. É feita uma classificação conforme a participação de cada um desses setores no mercado e suas taxas de crescimento.

O método consiste em uma matriz 2×2 que permite analisar o portfólio da empresa e o ciclo de vida de cada aspecto. O resultado busca a melhor avaliação competitiva em relação à concorrência.

Matriz de Ansoff
A Matriz de Ansoff foi criada em meados dos anos 1950, pelo matemático russo especialista em gestão de negócios, Igor Ansoff (1918-2002). É utilizada para analisar, planejar e orientar a aplicação de estratégias direcionadas à expansão dos negócios e ao aumento de vendas.

A técnica consiste num quadro que apresenta duas vertentes: uma de produtos e uma de mercados. Ela se divide em quatro atividades que apontam modelos de crescimento, as de “penetração de mercado”, “desenvolvimento de produtos”, “desenvolvimento de mercado” e “diversificação”.

Dessa forma, a ferramenta permite ao empreendedor descrever e visualizar todas as estratégias e os modelos de crescimento viáveis para a sua empresa, utilizando apenas um quadro.

Business Model Canvas
O Business Model Canvas, popularmente chamado de “Quadro de Modelo de Negócios”, é considerado uma ferramenta de gestão de fácil utilização. O canvas opera a partir de cards que possibilitam elaborar, testar e aprimorar o modelo de negócios de uma empresa.

Esse modelo de projeto é composto por nove elementos que integram uma tabela a ser preenchida. Estão incluídos, por exemplo, desde aspectos como fontes de receita – que indicam quais são os meios para captar recursos –, passando por relacionamento com clientes – para definir, criar e manter vínculo com consumidores –, até proposições de valor – a fim de analisar quais fatores tornam a instituição competitiva no mercado de atuação.

Fonte: Portal Thathi

Categorias

Tags

Publicado por: Cleverson Lacerda

Compartilhar

Anterior
Próximo